Perguntas Frequentes

Antes de entrar em contacto, leia as perguntas mais frequentes.

Questões frequentes:

O que se aprende nestes cursos

As crianças desenvolvem os seus conhecimentos de Português a nível oral e escrito. Aprendem também Geografia e História de Portugal, as tradições, as manifestações culturais populares ou eruditas.

Quem pode frequentar estes cursos

Todas as crianças, mesmo estrangeiras, a partir do segundo ano de escolaridade suíça.

Ensino secundário

Nas localidades onde se justifica, existem cursos de Língua e Literatura Portuguesas destinados a alunos a partir do 10° ano. Estes cursos são destinados apenas a alunos bem preparados e muito motivados.

Para mais informações, contactar os professores do 9° ano ou os Serviços de Ensino. (contactos)

Quando decorrem as aulas

Em geral, as aulas decorrem no tempo livre dos alunos, mas estes podem ser dispensados até meio dia por semana para frequentar os cursos, de acordo com as recomendações da EDK/CDIP (Conferência dos Directores Cantonais de Instrução Pública).

Recomendações em Português (MS word - 48 ko)
Recomendações em Francês (MS word - 117 ko)
Recomendações em Alemão (MS word - 70 ko)
Recomendações em Italiano (MS word - 111 ko)

Onde há cursos de LCP

Há cursos de LCP em toda a Suíça. No ano letivo 2013/2014 são 94 professores e 11510 alunos inscritos. (cursos - mapa interactivo)

Para mais informações, contactar os Serviços de Ensino nos consulados ou na embaixada. (contactos)

Como inscrever os alunos nos cursos de LCP

Os professores, as comissões de pais e os serviços de ensino dispõem de fichas de inscrição. Basta preencher uma destas fichas e devolvê-la a quem a entregou

As inscrições devem ser feitas durante os meses de Janeiro e Fevereiro para as crianças que frequentam o primeiro ano suíço ou para as que chegaram recentemente de Portugal, se já estão mais adiantadas.

No cantão de Zurique, nomeadamente na cidade e nas localidades mais próximas, os alunos são inscritos pelos professores suíços.

Adultos: ensino recorrente, Português língua estrangeira e ensino superior. Os adultos podem completar estudos e fazer os exames do ensino recorrente. Cada um prepara-se individualmente ou em grupo e apresenta a sua candidatura a exame nos Serviços de Ensino. (contactos)

É possível aos maiores de 14 anos fazer exames de Português língua estrangeira (PLE). Estes exames são reconhecidos internacionalmente.

Adultos: ensino superior

Quem quiser pode fazer estudos universitários através da Universidade Aberta. Os seus cursos destinam-se às pessoas que concluíram o ensino secundário (12° ano) ou a outras pessoas detentoras de uma boa cultura geral. Os exames da Universidade Aberta podem ser feitos na Suíça.

Continuação de estudos e aprendizagens profissionais

A escola suíça tem diversos níveis de exigência. É muito importante que os jovens façam uma boa escolarização para poderem continuar estudos nas escolas superiores ou nas universidades ou para fazer uma aprendizagem profissional.

Os professores e os serviços de orientação profissional informam e aconselham os jovens.

Equivalências de estudos

Decreto-Lei n° 227/2005, de 28 de Dezembro, estabelece os princípios a que obedece a concessão de equivalências de estudos. Até ao fim da escolaridade obrigatória (9° ano), a equivalência de estudos é automática, isto é, um aluno que regresse a Portugal será matriculado no ano seguinte àquele que concluiu com aproveitamento no estrangeiro.A partir da escolaridade obrigatória, cada caso é estudado separadamente.

O que fazer em caso de regresso a Portugal

Os diplomas ou cadernetas escolares suíços devem ser autenticados, antes de partir, na Chancellerie d'Etat/Stadtskanzellei dos cantões com a "Apostilha da Convenção da Haia" ou Coordenação de Ensino em Berna (neste caso, junto com os diplomas ou cadernetas suíças deve ser enviado também um envelope com o endereço para onde devolver os documentos e o selo postal de registo).

Que língua devem os pais falar com os filhos

Os pais devem falar sempre a sua língua com os filhos: dá-lhes auto-confiança e contribui para o desenvolvimento harmonioso da sua personalidade. As crianças aprenderão facilmente a língua do lugar onde residem em contacto com os outros meninos e com a ajuda dos professores suíços.

Nos casamentos mistos, o pai e a mãe devem falar a sua própria língua com os filhos. É só na nossa própria língua, a língua do coração, que verdadeiramente podemos dizer o que sentimos. É natural que as crianças filhas de casamento mistos falem um pouco mais tarde, mas falarão depois, sem dificuldade de maior, as línguas dos pais.

O que fazer quando a criança tem dificuldades na escola

Os pais devem informar-se regularmente sobre o aproveitamento escolar dos seus filhos. Se uma criança tiver dificuldades especiais, os pais devem aconselhar-se com os professores ou com pessoas idóneas e responsáveis. Nunca devem fechar a via do diálogo com os professores e outras autoridades escolares. Apesar de o encaminhamento e acompanhamento das crianças com dificuldades não ser da competência de Portugal, os professores de Português também podem ajudar os pais, aconselhando-os ou acompanhando-os em caso de necessidade.

Para além dos professores, podem contar com a ajuda dos Serviços de Ensino nos consulados ou na embaixada. Há ainda os Serviços Sociais na embaixada e nos consulados para ajudar as pessoas em caso de necessidade. Sempre que precisem, contactem os serviços portugueses. (contactos)